24 de junho de 2012

compasso da rua

salto alto, chave no bolso, cachorro latindo, moeda batendo,
barulho de carro, barulho do vento, baruho de gente,
gente que grita, gente que corre, gente que rouba, e que trabalha,
calçada vazia, rua lotada,
mãos abraçadas, cabeça virada.

22 de junho de 2012

Dispensa o Dotor', qui aqui num caréce da ajuda dele,
manda chama a mãe preta,
puquê o causo desse caboclo,
é qui a alma ta perdida.

(...)

....Sai, sai daqui!
pega tuas coisas e desaparece,
eu não preciso mais de ti,
ja aguentei demais esse teu cheiro imundo,
já ouvi por muito tempo,
esse teu pensamento escroto e doentio,
sai, sai daqui!....

21 de junho de 2012

vidas

Tuas mãos 'sujas' percorrem meu corpo,
enquanto permaneço inerte,
o medo me congela, me cala e me domina,
impregna feito oléo.

Tua barba roça em meu peito, me machuca,
me sinto sujo, usado,
és mais forte, não adianta lutar,
não adianta resistir.

Não tenho ideia de como seja a morte,
ou de como seja a felicidade,
tanto faz.

Minha duvida maior, é de como é viver
tendo um pai,
e não um monstro.

18 de junho de 2012

Negra

Me diz um defeito teu mulher,
algo que lhe estrague,
que me faça te adorar menos,

Que me faça pensar menos em ti,
me fala das tuas paranoias,
das tuas agonias,
para que talvez eu te deixe de te sobreestimar,

quem sabe se você desafinar, ao menos uma vez,
eu deixe de gostar da tua voz,
ou então apenas me ignore,
não me olhe, nem me acene,
talvez só assim, pegarei nojo dessa tua 'cara'.

Estranho ciclo comportamental

nasce, mama,
cresce,
brinca.

Chora, pula,
cai, tropeça,
aprende.

Cria, quebra,
Grita,
e se apaixona.

acredita, segue em frente,
casa, confia.

Ama, ama,
é amado,
e o ciclo recomeça.

17 de junho de 2012

1

Numa noite comum, ele e ela, como de costume,
deitaram-se, abraçaram-se, e juras de amor foram ditas,
Durante o sono da bela moça, algo nasceu,
algo que nasce e renasce a cada dia ou momento especial,
a velha chama, como dizem, o tal do amor,
o sentimento mais lindo e traiçoeiro,
maior amigo e inimigo do homem,
Brotou, nasceu e subiu imediatamente aos sorriso do jovem rapaz,
Confuso com as razões da vida, perdido com as ambições do mundo...

2

... O medo de um novo sentimento sempre assusta a qualquer um,
medo de não saber agir, medo de magoar, de ser magoado,
 medo de viver aquilo que viu dentro de casa,
amores, amor, amada, amado meu,
tudo que antes te satisfazia, agora te provoca náuseas...

15 de junho de 2012

Dia comum

Eu estava feliz, até o exato momento em que fui atingido,
era pesado e negro, era tua raiva incubada.

1 de junho de 2012

Um dia sem fim, na inexistência do amor

A linha tênue, entre a loucura e a sanidade, tende a perder o controle,
ela fica fina e esvaece, por causa do teu olhar doentio,
Tua boca mordiscada de angustia e de rancor, me mantem calado e tenso,
já que empunhava a faca do amor,
Sem fio, corte fundo e doloroso, tão gelado quanto meu sentimento por ti.

Te olho na varanda, em meio a noite sozinha ao vento,
não sei o que pensar, nem o que fazer,
Meus braços não puderam te alcançar,
nem mesmo cheguei a tempo de lhe segurar,
Tua queda não foi física, nem sequer houveram hematomas
Machucaste apenas à mim,
Porém a dor maior que sinto, é de saber que nunca lhe tive.

26 de abril de 2012

Vida

Não adianta "saber lutar" na hora do confronto, tem é que ter sangue no olho.


7 de abril de 2012

Essencial parte corporal

A boca amarga, seca e desenhada,
A boca, dura irrigecida, porém amada,
Bocas avulsas, unidas, ou aleatórias.

Boca mordida, boca que morde,
Boca semblante, boca viva e ardente,
Boca coitada, boca inocente,
Boca tinhosa e tem boca carente.

Bocas!Adoro elas, sem elas eu nada seria,
Sem elas eu não beijaria,
Muito menos falaria,
Apenas Continuaria a escrever, escrever,

Simples rimas de alegria.

10 de março de 2012

Bom dia Sr Prefeito!

O povo de Porto Alegre é o povo mais unido do Brasil,
Todo dia pela manha vai trabalhar abraçadinho. #Buslotado

9 de março de 2012

A mulher

Aquela que sorri, que encanta
Que briga, chora e até mesmo canta,
É a mesma que me abriga, que me acolhe, e me escolhe pra lhe ter.

Aquela que discute, inventa, cria e recria,
É a mesmo que te ilude, que sorri, e até mesmo te abandona.

Com atitude, tímida, ou até mesmo nervosinha,
Que beija, causa arrepios, e me acalma em momentos de pranto.

O único ser vivo, que é capaz de causar dor e alegria, ao mesmo tempo,
Dor por não conseguirmos entende-las completamente,
E alegria por podermos conviver com elas intensamente.

Deixo aqui minha humilde homenagem a todas as mulheres!
08 de Março de 2012 - Dia Internacional da Mulher